fevereiro 17, 2019

UDN - O BRIGADEIRO & O LACERDA !!!


UDN - O BRIGADEIRO &
O LACERDA !!!




Abreu Sodré, Antônio Delmanto e Brigadeiro Eduardo Gomes



“União Democrática Nacional (UDN) foi um partido político brasileiro fundado em 7 de abril de 1945, frontalmente opositor às políticas e à figura de Getúlio Vargas e de orientação conservadora. Seu lema era uma frase apócrifa de Thomas Jefferson "O preço da liberdade é a eterna vigilância" e seu símbolo era uma tocha acesa. O "udenismo" caracterizou-se pela defesa do liberalismo clássico e da moralidade, e pela forte oposição ao populismo. Além disso, algumas de suas bandeiras eram a abertura econômica para o capital estrangeiro[2] e a valorização da educação pública[3]. O partido detinha forte apoio das classes médias urbanas e de alguns setores da elite. Concorreu às eleições presidenciais de 19451950, e de 1955 postulando o brigadeiro Eduardo Gomes nas duas primeiras e o general Juarez Távora na última, perdendo nas três ocasiões. Em 1960, apoiou Jânio Quadros (que não era filiado à UDN), obtendo assim uma vitória histórica. Em 1965, ano de sua extinção, fez uma Convenção, em São Paulo, com o lançamento da candidatura de Carlos Lacerda à Presidência da República. (dados WIKIPÉDIA)
Fundação7 de abril de 1945
Extinção27 de outubro de 1965”

A UDN está voltando?  Parece que sim. E voltará com o mesmo ímpeto moralizador que caracterizou a sua luta democrática.

Tendo participado politicamente desse partido político, acho importante o registro da minha participação, com 19 anos de idade, como Delegado à Convenção Nacional da UDN que lançou CARLOS LACERDA como candidato udenista à Presidência da República. Contudo, teve suas pretensões frustradas pelo AI nº2, de 27 de outubro de 1965, que extinguiu os partidos políticos e acabou com a eleição direta para Presidente da República.

Pois bem, meu pai, Antônio Delmanto, era o presidente do Diretório Municipal de Botucatu da UDN, tendo obtido a maior votação proporcional da história política municipal como candidato a vereador (11,54% do total), de 1947 e conseguido eleger a maior bancada da Câmara Municipal. Pertenceu ao Diretório Nacional e Estadual da UDN. Tendo recepcionado o Brigadeiro Eduardo Gomes quando candidato a Presidente da República, em uma grandiosa recepção em Botucatu. Da mesma forma, juntamente com seus correligionários, participou ativamente da Convenção Nacional da UDN que lançou a candidatura presidencial de CARLOS LACERDA, em 1965, na capital paulista.

Em 1966, já cursando a Sociologia & Política, participei do lançamento do livro CRÍTICA & AUTOCRÍTICA, de CARLOS LACERDA.


Por ocasião do falecimento de CARLOS LACERDA, MEU PAI DEU O SEGUINTE DEPOIMENTO: 
"Pude conhecer de perto esse grande líder. Carlos Lacerda representa, tanto quanto Ruy Barbosa e Armando de Salles Oliveira, a inteligência, a cultura e a política brasileira. Ele foi o grande líder nacional após a queda da Ditadura de Getúlio Vargas. Era um homem boníssimo. Fiz várias campanhas com ele, juntamente com Sodré, o Herbert e o Padre Godinho. Com ele participei do Diretório Nacional da UDN. Como ele, comecei na UDN e nela continuei até a extinção dos partidos políticos. Eu como Delegado da UDN de Botucatu, e o meu filho Armando, como Delegado da UDN de Pardinho, em 1965, votamos na Convenção Nacional do partido, em Carlos Lacerda como candidato oficial da UDN à Presidência da República (1966). Lacerda teria sido o maior Presidente do Brasil de todos os tempos. É uma perda irreparável".

Antônio e Armando Delmanto

Acho importante esse registro, pois após o AI nº2 praticamente passamos a vivenciar a política nacional a partir de 1966. No entanto, além de possuir um cartaz de 1965 referente à candidatura de Carlos Lacerda à Presidência da República, uma raridade, quero trazer ao conhecimento de todos o registro que fiz em artigo dedicado a Lacerda: CARLOS LACERDA: "UN UOMO QUALUNQUE?!?"

O artigo faz parte do livro “MEMÓRIAS DE BOTUCATU 2”, de 1993: