julho 09, 2020

Aliança pelo Brasil: história da criação de um Partidor Conservador !


Construção cidadã:
ALIANÇA PELO BRASIL !


A vitória do Presidente JAIR BOLSONARO nas eleições de 2018 criou uma nova realidade política para a qual o PSL - partido vencedor - não estava preparado e nem dimensionado. As brigas e os interesses dos que se julgavam “donos” do partido e dos que se aliaram por conveniência, inviabilizaram o partido.

Era necessário tomar uma medida de saneamento cívico: sair do partido e, com coragem, partir para a criação de um partido que atendesse às aspirações da Direita, sendo CONSERVADOR na ética e na moral e LIBERAL na economia, da mesma forma se posicionando contra as práticas que tanto desacreditaram a Classe Política. A utilização ZERO do Fundo Eleitoral apenas exemplifica a postura do ALIANÇA contra a utilização do dinheiro público para campanhas e para partidos políticos.

O Presidente JAIR BOLSONARO decidiu pela desfiliação do PSL e partir para a constituição de um partido conservador, o ALIANÇA PELO BRASIL!




Assim, como eu fazia parte da executiva municipal do PSL de Botucatu, como Secretário Geral, pedi a minha desfiliação do partido, em 18 de novembro de 2019, conforme orientação política para a criação do novo partido ALIANÇA. Apresentei a minha adesão, através do APOIO DE ALIADO em 12 de dezembro de 2019. E fiz o preenchimento da FICHA com o reconhecimento da firma (autenticação) em 03 de janeiro de 2020, Missão cumprida...

A partir daí a tarefa era a campanha para a obtenção de assinaturas autenticadas (firma reconhecida em Cartório) para a obtenção até 15 de fevereiro (antes havia sido divulgada a data de 01/02/2020) de 500 mil assinaturas:





Estava lançada a campanha. Era VITÓRIA OU VITÓRIA!

Com o início da mobilização em todo o Brasil através dos inúmeros núcleos espontâneos, a força política do presidente BOLSONARO começou a dar mostras de que haveria, sim, a possibilidade de alcançarmos as 492 mil adesões necessárias. E para abreviar e otimizar a atuação do TSE - TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL optou-se para que a assinatura fosse feita em Cartório, na presença do Tabelião e com firma reconhecida (autenticada).

Entrevista na rádio AM PRF - 8:

Entrevista no programa O PALANQUE, apresentado por Toninho Zorzeto e Renato Acerra, na RÁDIO PRF-8, com Gabriela, Delmanto, Nelsinho e Giovani do Movimento Conservador pela Coleta de assinaturas a favor da criação do partido político ALIANÇA PELO BRASIL - o partido do presidente BOLSONARO. A coleta de assinaturas será no Cartório de Notas da Rua Cardoso de Almeida, 891, na sexta-feira das 10 horas às 17 horas. VAMOS MUDAR A POLÍTICA BRASILEIRA COMEÇANDO PELA NOSSA CIDADE DE BOTUCATU!



"Botucatu teve evento para coleta de assinaturas em apoio ao novo partido do Presidente Bolsonaro: 
Aliança Pelo Brasil
(31 de janeiro de 2020), JORNAL LEIA NOTÍCIAS.


Em corrida para a criação do Aliança pelo Brasil até março, prazo estabelecido para disputar as eleições municipais em outubro, apoiadores do Presidente Jair Bolsonaro estão realizando eventos para coletar assinaturas físicas em todo o Brasil.
Em Botucatu, nesta sexta-feira, 31, ocorreu um primeiro evento, no Cartório de Notas, na Rua Dr. Cardoso de Almeida. Dezenas de pessoas estiveram presentes e assinaram o apoio a criação do novo partido. Um novo evento para assinaturas deve ocorrer na próxima semana.

Um dos maiores apoiadores do movimento em Botucatu, o advogado Armando Moraes Delmanto esteve presente no evento para a coleta de assinaturas. “Fui voluntário da pátria com o candidato / capitão, agora somos aliados nesta caminhada positiva de mudança da política brasileira pelo Presidente Jair Bolsonaro. No futuro estaremos a postos para missões no Aliança pelo Brasil”, disse Armando, que destacou que a liderança do evento na cidade também está a cargo do Movimento Conservador.


As fichas de apoio estão sendo coletadas pelo método tradicional (de impressão de formulários de papel).
Em uma live realizada no início do ano, o presidente Jair Bolsonaro afirmou estar otimista em relação à fundação: “Se eu estiver bem em 2022, dá para a gente fazer uma bancada com uns 100 deputados”.
Passo a passo para a criação de um partido, conforme a Lei dos Partidos Políticos (9.096/1995):



1º passo
Registrar o novo partido político no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas. O requerimento de registro deve ser assinado por ao menos 101 fundadores, os quais devem ter domicílio eleitoral em, no mínimo, nove estados diferentes. O partido recebe um registro civil e tem 100 dias para apresentar a certidão ao TSE.
2º passo
Começa o prazo de dois anos para que o partido apresente a assinatura de, no mínimo, 491.967 eleitores em apoio à criação da nova legenda. Os apoiadores não podem ser filiados a nenhum outro partido e devem ser de todas as unidades da Federação. O número total de assinaturas é equivalente a 0,5% dos votos válidos na mais recente eleição para deputado federal. Eleitores analfabetos também podem apoiar com impressão digital.
3º passo 
Após a obtenção das assinaturas, o partido deve constituir órgãos de direção estaduais em no mínimo nove estados, sendo que cada um deve obter o seu respectivo CNPJ junto ao Cartório de Registro Civil local, bem como a aprovação dos respectivos tribunais regionais eleitorais.
4º passo
O partido pode, então, pedir o registro oficial de seu estatuto e de seu diretório nacional definitivo junto ao TSE. A instituição abre então um processo e, após consultar o Ministério Público Eleitoral (MPE), julga se concede o registro da nova agremiação.


Botucatu faz coleta de assinaturas para o novo partido do Bolsonaro - Agência 14 News (03/02/2020)
Presidente BOLSONARO participando de evento para coleta de assinaturas para o ALIANÇA.

Presidente participa de evento do partido Aliança pelo Brasil e diz que pretende se candidatar a reeleição em 2022 – Foto: José Cruz/Agência Brasil


O presidente disse que pretende se candidatar a reeleição em 2022. Segundo ele, se o partido conseguir se mobilizar, pode formar uma bancada de até 100 parlamentares no Congresso daqui a dois anos. Ao fim do evento, centenas de apoiadores distribuíram fichas para coletar assinaturas para a criação da legenda, depois de o presidente deixar o local. Para disputar as eleições de 2020, o partido depende do reconhecimento de pelo menos 492 mil assinaturas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

2ª COLETA DE ASSINATURAS - ALIANÇA!

Entrevista na Rádio Clube FM, nesta quinta-feira, 8:30h, com o Haroldo Amaral no jornal da clube gente, com direção do Ferdinando Cesar Lunardi e as participações de Osmar do Nascimento e da Patricia Leite. Eu e a Gabriela Peres de Oliveira - Coordenadora do Movimento Conservador de Botucatu. O Mutirão da Coleta de assinaturas de apoio à criação do partido de direita ALIANÇA PELO BRASIL foi o tema. Convocamos a população e os adeptos do presidente JAIR BOLSONARO para que tragam seu apoio viabilizando a criação do ALIANÇA que será o instrumento para que o Brasil possa realizar a grande mudança política que o levará a seu grande destino. A Coleta das assinaturas de apoio será nesta sexta-feira, no Cartório de Notas da Praça Rubião Jr, 55 (praça da catedral) das 10 às 18h. Os interessados deverão levar o RG ou s CNN, mais Rs 6,50 ou Rs 16:50, para despesas no Cartório.


Haroldo Amaral

Ferdinando Cesar Lunardi

 Armando Moraes Delmanto e Gabriela Peres de Oliveira






Missão cumprida!

O objetivo sempre foi apoiar a luta política do presidente BOLSONARO na criação de um partido político que pudesse ser o instrumento das aspirações brasileiras na implantação de mudanças que mudassem de fato a POLÍTICA BRASILEIRA.

"Me senti um privilegiado em poder participar dessa luta política inédita que mudará a política brasileira".

Com certeza, serão obtidas mais do que as 492 mil assinaturas. Acho mesmo que serão conseguidas mais do que o dobro de assinaturas.

Para Botucatu que deseja participar dessa MUDANÇA POLÍTICA guardaremos a expressiva votação do PR JAIR BOLSONARO em Botucatu: 72% dos votos válidos!!!

AVANTE !