março 17, 2011

JAPÃO: WIKILEAKS DESMASCAROU CRIME NUCLEAR!!!

É IMPOSSÍVEL ESCONDER O DESASTRE NUCLEAR!
No mundo todo circulou, pelas principais agências de notícias, a temível revelação de que, desde 2002, o Governo Japonês tinha ciência de graves falhas na segurança de suas Usinas Nucleares. Relatórios teriam sido falsificados e o Governo Japonês teria escondido a comprovada falta de segurança em suas usinas!



E o mundo pode ter ciência da gravidade dos fatos e da omissão criminosa do Governo Japonês! Graças ao trabalho – verdadeiro jornalismo heróico! – do Wikileaks na divulgação de documentos datados de 2002 e de 2008/2009 (documentos confidenciais).

Wikileaks descobriu/urgente/leia aqui


A grande verdade é que a mídia internacional e brasileira não havia dado nenhuma notícia a esse respeito APESAR das evidências que seriam facilmente levantadas num jornalismo sério e comprometido com a verdade e a segurança de suas respectivas Nações.

LIBERDADE DE IMPRENSA

O verdadeiro profissional da imprensa livre nunca se descuida de sua missão e, se não fosse corajoso e não ousasse romper as amarras aveludadas do comodismo que estabiliza a vida das pessoas na mediana mediocridade de uma existência sem sustos, sem riscos e sem lutas, não cumpriria a sua missão cidadã...

Liberdade de Imprensa/leia aqui


Exatamente por isso é que demos destaque a esse tema em uma de nossas postagens anteriores: Liberdade de Imprensa!
Hoje, a figura mundialmente conhecida de JULIAN ASSANGE (Wikileaks), exemplifica bem essa liberdade de imprensa. Ele, por suas fontes resguardadas, pôs a nu o poder de vários países, deixando claro a displicência , a irresponsabilidade, o juízo rápido e pequeno com que os poderosos de todo o mundo tem exercido as suas funções.
Isso tem um nome: LIBERDADE DE IMPRENSA!
Lição a meditar-se...

E esse site revolucionário (Wilileaks) foi indicado para o Prêmio Nobel da Paz! Não adiantaram as perseguições, as ameaças a Julian Assange. Com a divulgação de documentos confidenciais sobre as Usinas Nucleares japonesas e, também, a divulgação do envolvimento do filho de Kadafi em negociatas internacionais redobram os méritos e enaltecem a existência do Wikileaks!!!

O DESASTRE NUCLEAR DESCOBERTO

Desastre Nuclear/urgente/leia aqui


Agora a urgência é da ONU e das grandes potências mundiais e repetimos o que dissemos, no artigo anterior: o Tribunal de Haia existe para julgar crimes contra a Humanidade.
A hora é agora! Ação! Coragem!

3 comentários:

requeri-mangachupada disse...

já me causava estranheza um país que se equilibra sobre a fenda de uma placa tectônica, pequeno, que treme constantemente, e onde mal cabem todos aqueles súditos do imperador, guardar em seu território tambores repletos de átomos explosivos.
babado forte esse do wikileaks ... quero mais é ver tooooooooooooodos os circos pegando fogo.
não é justo, que só o povo não possa manter sigilo de suas vergonhas.

Anônimo disse...

Impressionante a dimensão desse acidente nuclear. Os argumentos de que o Governo Japonês manteve em sigilo as informações de falhas nos reatores de suas usinas nucleares pelo fato de ser Conservador, não convence a ninguém. Se há mais de 20 anos ele tem ciência de irregularidades teria que ter tomado uma decisão definitiva e passado esse problema para a Agência Internacional de Energia e para os outros países. O desastre ameaça atingir outros países e não é admissível que a ONU não tome medidas enérgicas contra o Japão e que torne público esse vergonhoso escândalo nuclear. Precisou o Wikileaks, chamado de “maldito”, divulgar documentos sigilosos para o alerta geral? E ainda querem punir o Julian Assange. Ele tem é que ganhar o Premio Nobel da Paz, isso sim!
(danilo-gomes40@live.com)

Anônimo disse...

Li no jornal Globo online, de hoje, que o “ex-prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, criticou nesta quinta-feira, em seu Ex-Blog, a forma de armazenamento de resíduos nucleares das usinas de Angra, no litoral sul fluminense. Segundo ele, os depósitos de material radioativo não foram projetados para funcionar de forma segura. As estruturas ficam na superfície e perto de cada uma das usinas - Angra 1, 2 e 3” É uma opinião abalizada e que deve merecer a atenção das autoridades federais e dos senadores e deputados federais e, principalmente, do governador do Rio de Janeiro. Atenção, Governador Sergio Cabral, cautela, atenção e caldo de galinha não faz mal a ninguém. Lá está o Japão, com fama de tudo certinho, espalhando contaminação pelo Pacífico..
(ludmila.cunha@yahoo.com.br)

Postar um comentário