maio 22, 2016

CAPITALISMO CIDADÃO É POSSÍVEL?!? É POSSÍVEL UM NOVO CAMINHO?!?

O CAPITALISMO ETERNO 
OU 
O CAPITALISMO ACABOU


“Não se pode falar em capitalismo e crise, porque capitalismo é crise!” Aldo Bonomi
INFINITO = ETERNO (sem fim, interminável, infindável)
IN-FINITO= ACABOU (morto, concluído, liquidado, cessado)


sociólogo italiano, Aldo Bonomi, acaba de lançar um livro sobre a atual crise do capitalismo, com um título mágico: “IL CAPITALISMO IN-FINITO”. A magia está na interpretação do termo italiano “IN-FINITO”... Será que O CAPITALISMO É ETERNO” ou será que “O CAPITALISMO ACABOU”



Essa deveria ser uma LEITURA OBRIGATÓRIA nasFaculdades de Economia/Administração e de Ciências Sociais/Sociologia e Política. Leitura obrigatória, com grupos de estudos e apresentação posterior à sociedade de RESUMOS CONCLUSIVOS. Ele focou a economia e a crise italiana, mas serve perfeitamente para qualquer país. O Brasil tem condições e a “intelligentzia brasileira” PRECISA SE POSIONAR! 

Aldo Bonomi descreve a  crise por que passou a Itália e toda a Comunidade Européia e busca caminhos para a recuperação e a retomada do desenvolvimento. Analisa as crises dos últimos 30 anos, dando destaque para o modelo da pequena e média empresa italiana que foi de grande sucesso e encantou o mundo. O que teria dado errado, indaga Aldo Bonomi? Ou esse modelo teria sido “engolido” pela crise global que atingiu “em cheio” a União Européia?

fenômeno e o sucesso do modelo da pequena e média empresa italiana ocorreu na Região Emilia-Romagna. É uma região que representa a parte mais desenvolvida da Itália, que tinha a menor taxa de desemprego e empresas como a Barilla, Ferrari, Masserati, Ferruzzi, Fiat Tratores, Ducati, CMC, Parmalat e um sem número de pequenas e médias empresas altamente desenvolvidas e com tecnologia de ponta (a Região Emilia-Romagna representou o modelo de uma economia baseada na excelência das pequenas e médias empresas). O associacionismo garantiu o crescimento e a alta tecnologia desse modelo.


No governo/tampão do tecnocrata e primeiro-ministro Mario Monti, a crise atingiu em cheio os italianos (nov./2011 a abril/2013)

De qualquer forma a crise está aí ( 31.000 empresas fechadas na Itália em 2013 + 12.000 suicídios devido à crise em 2012). E está quase chegando até nós, aqui no Brasil. E deverá ser a “vanguarda intelectual” de nossos acadêmicos nas áreas de economia/administração e de sociologia e política a elaborarem saídas para a transformação e humanização do CAPITALISMO! 
E não nos enganemos: isso só ocorrerá com a SOCIEDADE ORGANIZADA estabelecendo LIMITES claros para o capitalismo, aplicando o conceito de “responsabilidade fiscal” não só para as prefeituras municipais, mas também para osGovernos Estaduais e para o Governo Federal e, para a iniciativa privada, regras definidoras e limitadoras do lucro fácil e especulativo, com os bancos atuando também dentro de regras limitadoras do lucro abusivo.

CAPITALISMO CIDADÃO é possível , MAS será a SOCIEDADE ORGANIZADA – só ela! – que poderá impor mudanças e apresentar soluções para a crise mundial por que passa o mundo todo. Primeiramente, o chamado 1º Mundo e, a seguir, os países emergentes (BRICS), terminando por sacrificar, de forma brutal, ospaíses subdesenvolvidos.

É PRECISO QUE O BRASIL SE ANTECIPE À CRISE MAIOR! E ELA VIRÁ!!!

É PRECISO REAGIR, JÁ!

A “INTELLIGENTZIA BRASILEIRA” PRECISA MOSTRAR A SUA CARA E A SUA COMPETÊNCIA!!!


  • Um Novo Olhar para o Capitalismo/Mundo Ocidental!!!/Leia aqui
  • Papa Francisco e o Capitalismo Cidadão!/Leia aqui
  • Aldeia Global & o Novo Modelo de Era!/Leia aqui
  • Contra a Canalha Capitalista!/Leia aqui
  • O Capital é o Cão!/Leia aqui
  • Carta aos Indignados!/Leia aqui
  • O Manifestante é a Personalidade do Ano!/Leia aqui

3 comentários:

Delmanto disse...

Eterno ou Acabou?
Eterno é difícil... O Capitalismo está sempre em mutação. Do Capitalismo Primata, com o lucro máximo e com os direitos do trabalhador inexistentes, com a destruição da natureza sem limites, com os governos dando apoio irrestrito, NÃO temos mais esse Capitalismo. Na China e em países asiáticos ainda há a exploração da mão-de-obra, mas já existe uma reação mundial ( o SÊLO DIGNIDADE), principalmente nos EUA, onde a população, de forma expressiva, vem se posicionando contra os produtos feitos em países onde há a exploração da mão de obra (escravidão) e poluição ambiental e destruição da natureza. Já são 25% da população americana que só irão comprar produtos “Made in USA”.
Não ACABOU, também. Repetimos: o Capitalismo está sempre em mutação. E o que se espera é que ele evolua mediante o CONTROLE da SOCIEDADE ORGANIZADA a lhe impor LIMITES. Enfim, em mais uma mutação, que evolua para ser o CAPITALISMO CIDADÃO. Com mecanismos que a SOCIEDADE ORGANIZADA irá lhe impor, através de propostas da “intelligentzia mundial” que estudará e proporá diretamente das melhores universidades do mundo (Harvard, Cambridge, Oxford, Bolonha, Sorbonne, Stanford, USP e tantas outras espalhadas pelo mundo)
RESUMINDO: O CAPITALISMO ESTÁ DOENTE. Como está, irá para uma crise de graves conseqüências. Mas ele pode e deve MUDAR! A solução italiana com as pequenas e médias empresas com tecnologia de ponta e fortemente ligada às suas comunidades é um caminho que deu certo.
O presidente Obama, o ex-presidente Clinton, o Papa Francisco, o ex-vice-presidente Al Gore(prêmio Nobel), o ex-primeiro ministro espanhol Felipe Gonzales e tantas outras expressivas autoridades mundiais já declararam a sua oposição à “Ditadura Financeira de Wall Street” como a mostrar que é preciso buscar caminhos e soluções para o GRAVE IMPASSE do Capitalismo na atualidade.
Com a palavra a “intelligentzia mundial”.

Delmanto disse...

eM 2013, EU DIZIA: "Não dá para analisar a crise mundial e deixar o Brasil à parte. Seria falso. A crise ainda não nos atingiu, mas ela virá e fará estragos como vem fazendo na Europa. Como dizem, o “botão é mais em cima”..."
O CAPITALISMO ESTÁ DOENTE e precisa de novas regras para adequá-lo ao novo momento por que passa a humanidade.
A rigidez das medidas adotadas pelo FMI e pela União Européia não deu certo. O nível de desempregados é recorde, sendo que na Espanha o nível atinge a 50% dos jovens.
REPETINDO: 50% dos jovens, em 2013!!!
É URGÊNCIA URGENTÍSSIMA!
A Indústria nacional está sendo sucateada. O Brasil cobra os mais altos tributos (impostos) do mundo. Os juros bancários são os mais altos, também. E os Bancos NUNCA ganharam tanto.
A crise é MUNDIAL e nos diz respeito. A “intelligentzia brasileira”, os “núcleos pensantes” da sociedade civil precisam dar uma resposta. E essa “vanguarda cultural” são seus centros universitários, a imprensa independente, os jornalistas com colunas ou blogs, os sites de relacionamento, os cientistas sociais, as lojas maçônicas, os clubes de serviçoa OAB, a CNBB, a ABI, as Academias de Letras de todo o país, os órgãos representativos dos profissionais liberais e tantas outras entidades representativas e com destaque junto às comunidades às quais prestam serviços.

Enfim, é preciso que os cidadãos prestantes, através da SOCIEDADE ORGANIZADA, retomem o comando de seus próprios destinos e do destino da Pátria numa cruzada cívica a favor da construção da Democracia e do desenvolvimento sustentável e moderno da Nação Brasileira.

Marcelo Delmanto disse...

Eu tive a oportunidade de fazer meu Curso de Especialização na Universidade de Bolonha. Por dois anos, estudei e pude fazer parte da equipe administrativa da Regione Emilia-Romagna. O associacionismo e as pequenas e médias empresas sempre foram a base para o chamado “milagre econômico” italiano baseado na excelência das pequenas e médias empresas, com tecnologia de ponta e com um envolvimento efetivo das comunidades em que se localizavam e às quais serviam.
A Itália com seu novo primeiro-ministro, Enrico Letta, conseguiu formar um governo somando a esquerda e a direita. Isso parecia impossível, mas Letta, com seus 46 anos, tem uma postura e um olhar político diferente para a atual crise européia.
Acredito que a participação de estudiosos competentes seja um caminho para se estabelecer metas para um novo caminho para todos os países. Marcelo Delmanto (adv.marcelo.delmanto@gmail.com

Postar um comentário