setembro 27, 2016

Os candidatos e a PÁTRIA PEQUENA ! - EDITORIAL

EDITORIAL



Os candidatos e a PÁTRIA PEQUENA !


"A mãe-pátria é a nossa cidade, no sentido de que elas, as cidades, as vilas, as fazendas compõem o país. Quem ama o seu torrão natal é um grande patriota, que idolatra o seu berço para enaltecer a grandiosidade da nação... Antes de vivermos para nós mesmos é preciso que vivamos para a nossa Pátria e ela se chama BOTUCATU!" 
AGOSTINHO MINICUCCI

"A solução está nas cidades onipresentes. Aqui é que terão início as mudanças necessárias. Ninguém vive na Nação e nem no Estado: é no Município que construiremos a grandeza do País." (AMD)

A PÁTRIA PEQUENA

O conceito de PÁTRIA PEQUENA precisa ser ensinado e divulgado como forma necessária para a construção da Pátria Grande.

Sim, será nos municípios brasileiros que será forjada a nacionalidade. Vivenciando a democracia, valorizando o trabalho do VEREADOR, como SERVIDOR PÚBLICO, a ajudar a comunidade a defender os seus direitos, fiscalizar a execução das benfeitorias necessárias, colaborar com o Poder Executivo na feitura das leis e na apresentação dos pleitos de interesse da comunidade. 
Na PÁTRIA PEQUENA é onde se encontra a essência da nacionalidade. Já foi dito que “ninguém vive na Nação e nem no Estado: é no Município que construiremos a grandeza do País!”

Vamos despertar as nossas elites!

Vamos assumir o papel de vanguarda intelectual nas mudanças e transformações sociais. Vamos por para fora nossos demônios. Que as elites entrem no espírito que deverá dominar o país e façam a sua Catarse. Que ponham para fora as suas mazelas, repensem os seus valores, analisem a nossa política e elejam as prioridades sociais do país, assumindo o núcleo pensante da comunidade brasileira na caminhada inexorável para o futuro.

E o futuro, todos sabemos, é a sociedade organizada (é a vanguarda da "intelligentzia brasileira", são os seus centros universitários, a imprensa independente, os jornalistas com colunas ou blogs, os cientistas sociais, as lojas maçônicas, os clubes de serviço ,Rotary, Lions, a OAB, a CNBB, a ABI, as Academias de Letras de todo o país, os órgãos representativos dos profissionais liberais e tantas outras entidades representativas e com destaque junto às comunidades às quais prestam serviços) que poderá realizar as MUDANÇAS NECESSÁRIAS repor o Brasil na rota segura da democracia plena e do desenvolvimento sustentável.


A postura cidadã de Cesar Maia, saindo candidato a vereador do Rio de Janeiro (onde já foi Prefeito) e a de Arthur Virgílio, que já foi Senador, Governador e líder de FHC no Congresso Nacional, ao disputar o cargo de Prefeito de Manaus, são exemplos cívicos e são a certeza de que não se pode ficar parado. É preciso AGIR enquanto não se organiza a sociedade para a caminhada em busca da grande REFORMA POLÍTICA que nos libertará dessa DEMOCRACIA MEIA-SOLA que vivemos!

Vamos incentivar mais políticos como os dois a seguirem esse caminho mas vamos buscar a “intelligentzia brasileira” para que a SOCIEDADE BRASILEIRA SE ORGANIZE. E a SOCIEDADE ORGANIZADA PODE TUDO!!!
Portanto é preciso escolher bem os nossos candidatos a VEREADOR e a PREFEITO MUNICIPAL.
Será aqui – na PÁTRIA PEQUENA! – que começaremos as MUDANÇAS NECESSÁRIAS !!!


4 comentários:

Delmanto disse...


Sempre busco exemplos em nossa história política. Em Botucatu, os candidatos a vereador, por exemplo, eram convocados pelas respectivas direções partidárias, os cidadãos prestantes do município para que prestassem com o exercício de suas cidadanias um serviço à coletividade.
E a palavra certa é essa: CONVOCAÇÃO!

Recordo-me que meu pai presidia o Diretoria Municipal da UDN e tinha um jovem advogado, Dr Antonio Tílio Júnior, que participava ativamente da vida partidária mas não queria ser candidato a vereador por não ter jeito para pedir votos, enfim, para a prática eleitoral da conquista do voto. E meu pai contra-argumentou que ele, Dr Tílio Jr, havia estudado nas melhores escolas da cidade, todas públicas, tendo cursado Direito na melhor Faculdade do Brasil, que era Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP), também pública, e que, portanto, ele precisava devolver para a sociedade o que recebera dela, sociedade, para a sua formação.
Sucesso. O Dr. Tílio Jr saiu candidato a vereador, foi eleito e prestou relevantes serviços ao município de Botucatu.
É Registro Histórico!
Dessa forma, deixo a minha convocação para que o BOTUCATUENSE (de origem ou de livre escolha) pesquise e escolha seus candidatos (vereador e prefeito).
Sem qualquer desejo de influenciar quem quer que seja, esclareço que são os meus candidatos, uma vez que já são de conhecimento público por minha atividade na web: Izaias Colino, para vereador e Mário Pardini, para prefeito.
BOTUCATU: A NOSSA PÁTRIA PEQUENA !!!

Anônimo disse...

Ilza Maria Nicoletti Souza (Facebook):
Que beleza !! Todos deviamos ter tudo isso muito claro em nossas atitudes como cidadãos . Torço pelos seus candidatos . Se você os escolheu , certamente são o melhor para Botucatu !

Antonio Batalha disse...

Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, deixe o link.
António Batalha.
Peregrino E Servo.

Antonio Batalha disse...


Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante,mas se desejar seguir, saiba que sempre retribuo seguido
também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.
A Verdade Em Poesia.

Postar um comentário